Vozes Agudas conversam

“Vozes Agudas conversam” é uma série de encontros públicos que fazemos com outras mulheres atuantes no sistema das artes.

Confira abaixo os eventos realizados:

 

MULHERES NO MUNDO DA ARTE: CONQUISTAS E DESAFIOS

No dia 31 de janeiro, quinta, às 19h30, o Ateliê397 e o coletivo Vozes Agudas convidam a todos para uma conversa sobre artistas mulheres e o impacto da teoria feminista na historiografia da arte, com as pesquisadoras Cristiana Tejo, Giulia Lamoni e Margarida Brito Alves.

Por que pesquisar artistas mulheres? Seria esta uma questão pertinente apenas no norte global? Quais são os desafios de enfocar estas questões no Brasil?

***

Cristiana Tejo (Brasil) é membro do Grupo de pesquisa em Estudos de Arte Contemporânea do Instituto de História da Arte da Universidade Nova de Lisboa e pesquisadora do projeto “Artistas e Educação Radical da América Latina: anos 1960-1970”. É curadora da Residência Belojardim (juntamente com Kiki Mazzucchelli) no Agreste de Pernambuco.

Giulia Lamoni (Itália/Portugal) é Professora Auxiliar Visitante da Universidade Nova de Lisboa e pesquisadora da FCT no Instituto de História da Arte da mesma universidade. O seu trabalho explora as articulações entre a arte e os feminismos em Portugal e na América Latina nas décadas de 1960 e 1970, as relações entre arte contemporânea e processos migratórios e a formação de redes artísticas transnacionais, formas heterogêneas de colaboração e diálogo desde a década de 1960 até ao presente.

Margarida Brito Alves (Portugal) é Professora Auxiliar no Departamento de História da Arte da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Nova de Lisboa (UNL), onde é também Diretora Adjunta do Centro de Investigação do Instituto de História da Arte e coordenadora do Grupo de pesquisa em Estudos de Arte Contemporânea.


PESQUISAR MULHERES NA ARTE EM MEIO À PRIMAVERA FEMINISTA: UM RELATO

No dia 2 de abril, às 19h30, o Ateliê397 e o grupo Vozes Agudas recebem a pesquisadora Daniela Kern para uma conversa sobre relatos e estudos de caso do momento de descoberta da pouca presença, quando não ausência, de mulheres artistas nos livros e nas aulas de artes. Conversaremos também sobre as iniciativas e estratégias que visam mobilizar alunas e pesquisadoras na investigação e divulgação dessas mulheres, mediante a criação de redes, dispositivos institucionais e publicações de estudos e ensaios.

***

Daniela Kern é professora Adjunta do PPGAV e do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS. É vice-diretora do Instituto de Artes, onde conduz a pesquisa “Historiografia feminista da arte: tendências e impasses”. Líder do grupo de pesquisa CNPq Arte e Historiografia. É autora de “Tradição em paralaxe: a novíssima arte contemporânea sul-brasileira e as “velhas tecnologias” (EdJuc, 2012).


LADY INCENTIVO – SEX 2018: UM DISCO SOBRE TESE, AMOR E DINHEIRO

No dia 25 de junho, o grupo Vozes Agudas recebe Fabiana Faleiros para uma conversa sobre sua produção e pesquisa artística. Em “Lady incentivo – SEX 2018: um disco sobre tese, amor e dinheiro”, que é sua tese de doutorado, Faleiros pesquisou a construção histórica da feminilidade branca através de perspectiva feminista decolonial.

***

Fabiana Faleiros é artista-pesquisadora com formação em arte, comunicação e semiótica. Trabalha internacionalmente em projetos de performance, artes visuais e escrita.


CONVERSA COM ANA TEIXEIRA

No dia 20 de agosto, o Vozes Agudas e o Ateliê397 conversam com Ana Teixeira para gravação de mais um episódio do podcast do grupo.

***

Ana Teixeira é artista e seu trabalho transita por diferentes meios, com interesse particular pelo desenho e pela arte participativa, tendo a literatura e o cinema como suas principais referências.