Quem somos

 

O Ateliê397 é um espaço de intervenção cultural no circuito das artes, promovendo ações, projetos e experiências que incentivam a formação de outros olhares para a produção contemporânea.

CRIAR, FOMENTAR e DIVULGAR ações, obras e pensamentos artísticos/experimentais no campo das artes plásticas: é necessário abrir espaço para o dissenso, para obras e discursos que não se enquadram nas agendas das grandes instituições museológicas e nem são promovidos pelo mercado. Ser um espaço para livre expressão de novos agentes (artistas, curadores, teóricos) é o objetivo central da programação do Ateliê397 que tem como marcas a DIVERSIDADE e o PLURALISMO, sem abrir mão do rigor reflexivo e da atitude crítica.

Fundado em 2003 como um misto de ateliê e espaço expositivo, o Ateliê397 ficou sediado na Vila Madalena até 2016. Ao longo dos anos, passou a receber e propor debates, palestras, uma programação audiovisual intensa, além de alguns cursos e programas de residência.  Em 2017, o Ateliê397 migrou para um galpão na Vila Pompeia, quando passa por uma reformulação de seu modo de gestão, mantendo viva a exigência constante de repensar o funcionamento das instituições e do circuito de arte no país. Hoje, é gerido de forma coletiva, com uma equipe de agentes que elaboram e realizam os diversos projetos do espaço, composta por: Cadu Riccioppo, Edu Marin, Flora Leite, Jaime Lauriano, Maikon Rangel, Rafael Escobar, Sergio Pinzón e Thais Rivitti.

O Ateliê397 é reconhecido como um dos mais longevos e relevantes espaços independentes da cidade. Com uma programação INTENSA, VARIADA e ABERTA ao público, o novo espaço do Ateliê397 conta uma ampla área para exposições, projeções de vídeo e projetos de intervenção artística, uma grande sala destinada a cursos e discussões, e um segundo andar, onde volta a sediar ateliês de artistas.

Em 2017, o Ateliê397 passou a ser gerido de forma coletiva, com uma equipe de agentes que elaboram e realizam os diversos projetos do espaço, composta por: Cadu Riccioppo, Edu Marin, Flora Leite, Jaime Lauriano, Maikon Rangel, Rafael Escobar, Sergio Pinzón e Thais Rivitti.

atelie397_barracao_dia

 

 

CIRCULATION, PRODUCTION and EXHIBITION of CONTEMPORARY ART.

CREATE, PROMOTE and DISCLOSE actions, work and experimental artistic thoughts in the arts field. Ateliê397 is a cultural intervention space in the art circuit which encourage innovative actions and promotes other perspectives for the contemporary art production.

It is necessesary to open space for the dissent, for works and speeches that do not fit on the big museological institutions agenda, and are not promoted by the art market. To be the space for new elements to express freely (artists, curators and academics) is the central goal of Ateliê397’s schedule, under the trademark of VARIETY and PLURALISM while maintaining a reflexive rigor and a critical attitude.

Located in Vila Madalena -historically known district as the city´s bohemian and artistic haven- Ateliê397 opened its doors in 2003, founded by a group of artists and operated as a mixture of studio and a space for exhibition.

Nowadays, Ateliê397 has stablished itself as one of the most experienced and relevant independent spaces of the city. With an INTENSE, WIDE and OPEN schedule open to the public, the space is divided in two rooms that are used for discussions and exhibitions, and the corridor, which is used for the video-art projections ant the site specific projects which are periodically renewed.

 

 

atelie397_corredor_noite